NARCÓTICOS ANÓNIMOS
Região Portuguesa

Meditação do Dia

Quinta, 05 de Maio de 2016


O que for necessário
"...eu estava disposto a fazer o que fosse preciso para me manter limpo." II Basic Text, p. 217

"O que for necessário?" perguntam os recém-chegados. "0 que é que querem dizer com o que for necessário?" Poderemos encontrar uma resposta olhando para trás, para a nossa adicção activa, para as coisas que estávamos dispostos a fazer para arranjar drogas. Estávamos dispostos a andar quilómetros para arranjar droga? Sim, geralmente estávamos. Então fará sentido que, se estivermos tão preocupados em manter-nos limpos como estávamos em usar, faremos o que for necessário para conseguirmos ir a uma reunião. Na nossa adicção activa, não costumávamos fazer loucuras, coisas insanas, ou usar substâncias desconhecidas guiados por outros? Então porque é que nos é tão difícil aceitar sugestões em recuperação, especialmente quando a sugestão se destina a ajudar-nos a crescer? E quando usávamos, não costumávamos, em desespero, virar-nos para o nosso Poder Superior, dizendo, "Por favor, livra-me desta!" Então porque é que nos é tão difícil pedir ajuda a Deus na nossa recuperação? Quando usávamos, costumávamos ter a mente aberta quando se tratava de encontrar maneiras e formas de arranjar mais drogas. Se pudermos aplicar este mesmo princípio de mente aberta à nossa recuperação, poderemos ficar surpreendidos com a facilidade com que começamos a entender o programa de NA. Nos nossos melhores pensamentos, é costume dizer-se, levaram-nos às salas de Narcóticos Anónimos. Se estivermos dispostos a fazer o que for necessário, seguir sugestões e manter a mente aberta, podemos continuar limpos.

Só por hoje: Estou disposto a fazer o que for necessário para me manter limpo. Ficarei tão de mente aberta e pronto a seguir sugestões quanto for necessário.

Deseja receber as Meditações diáriamente no seu email?

E-mail:    Subscrever   Remover  
© Só por hoje - Meditações diárias para adictos em recuperação
ISBN 1-55776-426-3 Portuguese 2/03
Associação Portuguesa de Narcóticos Anónimos
Copyright (c) 2003, NA World Services, Inc. Reprinted by permission. All rights reserved