NARCÓTICOS ANÓNIMOS
Região Portuguesa

Meditação do Dia

Quinta, 19 de Janeiro de 2017


Tempestades em copos de água
"Quando paramos de viver no aqui e no agora, os nossos problemas são aumentados exageradamente." Texto Básico, p. 111

Alguns de nós fazem de pequenas coisas um grande problema. Mesmo aqueles de nós que encontram alguma serenidade já terão provavelmente exagerado um problema em dado momento da sua recuperação - e se ainda não o fizeram, irão provavelmente fazê-lo em breve! Quando nos encontramos obcecados com uma complicação nas nossas vidas, faremos bem em relembrar-nos de tudo o que vai bem. Talvez tenhamos medo de não podermos pagar as nossas contas no fim do mês. Em vez de nos sentarmos com uma calculadora, a somar vez após vez todas as nossas dívidas financeiras, podemos ver o que temos feito para reduzir as despesas. No seguimento deste mini-inventário, prosseguimos a tarefa e lembramo-nos de que enquanto estivermos a fazer um esforço, um Poder Superior amantíssimo cuidará das nossas vidas. Por vezes surgem problemas do tamanho de montanhas, mas não precisamos de ser nós a criá-los. A confiança num Deus amantíssimo da nossa concepção irá colocar a maior parte dos nossos problemas na sua perspectiva devida. Já não precisamos mais de criar o caos para nos sentirmos entusiasmados com as nossas vidas. A nossa recuperação dá-nos inúmeras oportunidades reais para entusiasmo e drama.

Só por hoje: Vou olhar de uma forma realista para os meus problemas e ver que na maioria dos casos são pequenos. Vou deixá-los como são e gozar a minha recuperação.

Deseja receber as Meditações diáriamente no seu email?

E-mail:    Subscrever   Remover  
© Só por hoje - Meditações diárias para adictos em recuperação
ISBN 1-55776-426-3 Portuguese 2/03
Associação Portuguesa de Narcóticos Anónimos
Copyright (c) 2003, NA World Services, Inc. Reprinted by permission. All rights reserved