NARCÓTICOS ANÓNIMOS
Região Portuguesa

Meditação do Dia

Terça, 23 de Maio de 2017


Reparações e apadrinhamento
"Queremos ver-nos livres dos nossos sentimentos de culpa, mas não queremos que isso seja à custa de outras pessoas." Texto Básico, p. 46

Sejamos francos: a maioria de nós deixou um rasto de destruição e prejudicou todos aqueles que se atravessavam no nosso caminho. Algumas das pessoas que mais magoámos ao longo da nossa adicção foram aquelas que mais amávamos. Num esforço para nos livrarmos da culpa que sentimos por aquilo que fizemos, podemos sentir-nos tentados a partilhar com quem amamos, em todo o pormenor, coisas de que é melhor nem falar. Essas revelações podem prejudicar bastante e servir de pouco. O Nono Passo não é sobre aliviar as nossas consciências culpadas; é sobre tomarmos responsabilidade pelos erros que cometemos. Ao trabalharmos o nosso Oitavo e Nono Passos, devemos procurar a orientação do nosso padrinho ou madrinha e reparar os nossos erros de uma forma que não nos leve a dever ainda mais reparações. Não procuramos apenas libertar-nos do remorso - procuramos libertar-nos dos nossos defeitos. Não queremos mais voltar a magoar aqueles que amamos. Uma forma de assegurarmos que não voltaremos a fazê-lo é praticarmos o Nono Passo de uma maneira responsável, certificando-nos dos nossos motivos, e falando com o nosso padrinho ou madrinha sobre as reparações a fazer, antes de as fazermos.

Só por hoje: Quero aceitar a responsabilidade pelas minhas acções. Antes de fazer qualquer reparação, vou falar com o meu padrinho ou madrinha.

Deseja receber as Meditações diáriamente no seu email?

E-mail:    Subscrever   Remover  
© Só por hoje - Meditações diárias para adictos em recuperação
ISBN 1-55776-426-3 Portuguese 2/03
Associação Portuguesa de Narcóticos Anónimos
Copyright (c) 2003, NA World Services, Inc. Reprinted by permission. All rights reserved