NARCÓTICOS ANÓNIMOS
Região Portuguesa

Meditação do Dia

Quinta, 23 de Março de 2017


As dádivas de Deus
"Fazemos aquilo que é necessário e aceitamos o que nos é livremente dado em cada dia." II Texto Básico, p. 54

A nossa relação com o nosso Poder Superior é uma via de dois sentidos. Ao rezarmos, falamos e Deus ouve. Quando meditamos damos o nosso melhor para ouvir a vontade do nosso Poder Superior. Sabemos que somos responsáveis pela nossa parte nessa relação. Se não rezarmos nem ouvirmos, estaremos a excluir o nosso Poder Superior das nossas vidas. Quando pensamos na nossa relação com o nosso Poder Superior, é importante lembrarmo-nos daquilo que somos: impotentes. Podemos pedir orientação; podemos pedir boa-vontade ou força; podemos pedir o conhecimento da vontade do nosso Poder Superior - mas não podemos fazer exigências. O Deus da nossa concepção - aquele que tem o poder - irá preencher a outra metade desta relação, dando-nos exactamente aquilo de que precisamos, quando precisamos. Precisamos de pôr acção todos os dias para manter viva a nossa relação com um Poder Superior. Uma forma de fazê-lo é aplicando o 11º Passo. Lembramo-nos então da nossa impotência e aceitamos a vontade de um Poder Superior a nós mesmos.

Só por hoje: Na minha relação com o meu Poder Superior, sou eu o impotente. Hoje, lembrando-me de quem sou, vou aceitar humildemente as dádivas do Deus da minha concepção.

Deseja receber as Meditações diáriamente no seu email?

E-mail:    Subscrever   Remover  
© Só por hoje - Meditações diárias para adictos em recuperação
ISBN 1-55776-426-3 Portuguese 2/03
Associação Portuguesa de Narcóticos Anónimos
Copyright (c) 2003, NA World Services, Inc. Reprinted by permission. All rights reserved