NARCÓTICOS ANÓNIMOS
Região Portuguesa

Dificuldades potenciais entre o programa de NA e seu regime de tratamento

Há alguns pontos onde o programa de Narcóticos Anónimos pode entrar em conflito com sua filosofia de tratamento. Em vez de evitar estes pontos, preferimos colocá-los abertamente para que você possa tomar decisões informado sobre o encaminhamento de seus pacientes a Narcóticos Anónimos.

  • Conceito de doença - Narcóticos Anónimos considera a adicção como uma doença. Nós usamos um conceito muito simples, orientado por nossas experiências. Não qualificamos nosso uso do termo "doença" com o sentido médico ou terapêutico especializado, nem tentamos persuadir os outros de que o nosso ponto de vista é correcto. O conceito de ser uma doença funciona bem, como uma analogia segundo a qual nossos membros conseguem entender sua condição. Enquanto for tratada, a adicção pode ser "travada", mas não pode ser curada. Se não for tratada, a adicção tem efeitos similares a uma doença.

  • Abstinência total - A experiência de nossos membros é de que a abstinência total e contínua de todas as drogas tem lhes proporcionado uma base sólida para a recuperação e crescimento pessoal. Portanto, a abstinência em si não é o único objectivo de nossos membros; o mais importante é que procuramos uma mudança abrangente em nossas atitudes e estilo de vida. A "recaída" é vista às vezes como uma parte necessária no processo de adicção/recuperação para muitos indivíduos. Pessoas que recaem não devem ser "julgadas", mas encorajadas a se levantar, a aprender com sua experiência e a continuar. Narcóticos Anónimos considera o álcool como droga, e entendemos a designação "droga de escolha" irrelevante para o nosso programa porque focalizamos a doença da adicção em si, não em uma droga específica. O uso de medicamentos psiquiátricos e outras drogas indicadas e prescritas por médicos, e tomadas sob a sua supervisão, não é visto como um comprometimento ao "tempo limpo" de uma pessoa. Com respeito ao uso de nicotina e cafeína, os membros são encorajados a consultarem sua própria experiência, a experiência de outros membros e profissionais qualificados na área de saúde.

  • Outros programas de doze passos - Narcóticos Anónimos faz uma distinção clara, baseada em diferentes objectivos de programa, entre ele e outras irmandades anónimas - como por exemplo Alcoólicos Anónimos.

  • Algum sentimento "anti-profissional" - Embora Narcóticos Anónimos como um movimento não se posicione assim, é verdade que temos percebido que alguns de nossos membros guardam algum antagonismo em relação aos conceitos psicoterapêuticos e terapeutas profissionais. Não podemos especular sobre os motivos de tais antagonismos. Felizmente, estes antagonismos não se destacam tanto na vida dos grupos de NA onde são encontrados.

  • Espiritualidade - O programa de Narcóticos Anónimos tem uma orientação nitidamente espiritual e a maioria de nossa literatura menciona "Deus". Nós não somos uma seita nem uma religião, não temos antagonismos a respeito das religiões organizadas - pelo menos não como movimentos. Mas, alguns de nossos membros são ateus e/ou anti-religiosos. Nossos Passos e Tradições no idioma Inglês referem-se a Deus como uma pessoa masculina, mas a Irmandade está discutindo este assunto actualmente.


Contacto para Profissionais e Instituições: 93 175 12 41